Antenas 5G: o que é, avanços e homologação na Anatel

antenas 5g

Se você é interessado em tecnologias de comunicação, é provável que já conheça a mais recente novidade do cenário brasileiro: as antenas 5G. Essa é uma conexão mais rápida e estável, que promete levar a conectividade do país para um novo patamar de eficiência. 

As antenas 5G fazem parte de uma tendência de transformação digital nas empresas e na sociedade como um todo, contribuindo para encurtar ainda mais algumas distâncias e transformar o cenário da tecnologia em comunicação de uma vez por todas.

Mas, afinal, por que o 5G é importante? Essa tecnologia precisa ser homologada pela Anatel para funcionar no Brasil? Qual o custo dessas antenas? A resposta para estas e outras dúvidas, você encontra neste artigo. Confira…

Dúvidas sobre a homologação de produtos na Anatel? A Master te ajuda. Visite nosso site para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto. 

Antenas 5G: o que são e para que servem?

antenas 5g precisa de homologacao

As antenas 5G são os dispositivos que dissipam o sinal mais potente de internet e permitem a conexão à rede. 

Para que o Brasil tenha uma cobertura completa de 5G, o número de antenas atuais deve ser superado entre 5 a 10 vezes. Atualmente, o Brasil conta com 103 mil antenas de comunicação instaladas, ou seja, para que o 5G seja viável, precisa-se de 515 mil a 1 milhão de adições à rede de antenas brasileiras.

Esses números são de acordo com levantamento da Conexis Brasil Digital.

No território nacional, existem regulamentações para o funcionamento de antenas, sendo a principal delas a Lei Geral de Antenas, que estabelece as diretrizes de implantação de redes de telecomunicações no Brasil.

Ainda de acordo com levantamento da Conexis, apenas 7, das 27 capitais brasileiras estão aptas para receber a tecnologia 5G imediatamente: Boa Vista, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Palmas, Porto Alegre e Porto Velho são as únicas que contam com as legislações certas para permitir a instalação da infraestrutura.

Como são as antenas 5G?

As antenas 5G, ao contrário das redes tradicionais, são pequenas e podem ser instaladas em uma grande variedade de lugares, como as fachadas de prédios, os semáforos, placas e, claro, também as estruturas especialmente designadas para este fim.

Isso quer dizer que as antenas da tecnologia 5G são mais fáceis de serem implementadas em áreas de baixa densidade populacional, como os ambientes rurais, acarretando uma grande revolução na conectividade. 

O que é a Internet 5G?

A internet 5G representa a quinta geração evolutiva da banda larga no Brasil. Com ela, a conexão é mais rápida, estável e com maior número de conexões simultâneas. 

É importante lembrarmos que, cada G representa uma geração de tecnologias de telecomunicação. A rede 1G representa as tecnologias de telefonia analógicas. Enquanto isso, a rede 2G representa o primeiro passo no digital.

antenas 5g o que e

Já o 3G foi a evolução dessa conexão, sendo usado até hoje por máquinas de cartão de crédito. A sua velocidade máxima é de 200kbps, enquanto a do 4G pode chegar a centenas de megabits por segundo. 

Para que o 5G seja viável no Brasil, empresas de telefonia precisam adaptar os seus produtos, oferecendo os receptores de fábrica. Alguns modelos no mercado já podem ser comprados com esta função. 

Por que o 5G é importante?

O papel do 5G é aumentar a capacidade de tráfego de dados, oferecer uma conexão mais rápida e alta, mesmo com um maior número de pessoas conectadas.

Mais do que apenas um fim, o 5G também é um meio para possibilitar o desenvolvimento de tecnologias de telecomunicações mais robustas. 

Leia também: O que é telecomunicação e quais as tendências do futuro no setor. 

Tecnologia 5G: como funciona?

As redes 5G têm o seu funcionamento possível por meio das ondas de rádio, da mesma maneira que ocorre com as conexões de rede da geração anterior. Apesar disso, o espectro coberto pelo 5G é significativamente maior do que os anteriores: 600 e 700 MHz, 26 e 28 Ghz e 38 e 42 GHz.

Quais são os celulares 5G?

Atualmente, já existem algumas opções de celulares que vêm equipados para funcionar com a tecnologia 5G. Alguns deles são: 

  • Galaxy A52 5G;
  • Moto G100;
  • iPhone 13;
  • ROG Phone 5S;
  • Realme 8 5G;
  • Redmi Note 10 5G;
  • Xiaomi Mi 11;
  • Galaxy S21 5G.

Antenas 5G no Brasil: como funcionará no Brasil?

Todas as antenas 5G serão instaladas nas redes de antenas que já existem. Elas serão adaptadas para funcionar paralelamente à infraestrutura de conexões. 

Essas antenas têm uma particularidade importante: elas são capazes de focalizar o sinal de rádio e transmiti-lo para as regiões de maior demanda. Dessa maneira, a capacidade de cada antena é otimizada. 

Onde estão instaladas as antenas 5G no Brasil?

De acordo com as definições da Anatel, o 5G deve funcionar em todas as capitais brasileiras, incluindo o Distrito Federal, até julho de 2022.

Apesar disso, a tecnologia pode não estar disponível em todos os bairros. Assim como as outras gerações, a tecnologia tem a previsão de adequar-se e entrar na rotina dos cidadãos aos poucos. 

Qual o custo da tecnologia 5G?

Como a tecnologia ainda está dando os seus primeiros passos, não é possível saber, com segurança, o quanto ela custará efetivamente. 

A média mundial, no entanto, nos leva a crer que os valores podem girar em torno de R$ 100 a R$ 150 reais mensais, com pacotes que podem ser ilimitados.

A previsão é que o aumento do custo não seja tão alto para o consumidor final, mas ele terá que investir em equipamentos compatíveis com a nova tecnologia.  

Você também pode se interessar por este artigo: Selo Anatel: saiba a importância da homologação de aparelhos.

Antenas 5G precisa de homologação ANATEL?

Sim, assim como as tecnologias de outras gerações, as antenas 5G também é um dos produtos que necessitam de homologação pela Anatel.

Quer saber como certificar um produto na Anatel? A Master te ajuda! Visite nosso site agora para conhecer mais sobre a nossa solução. 

Conclusão

A nova geração da banda larga no Brasil está mais perto do que nunca! A tecnologia 5G veio para trazer mais efetividade na conexão e rapidez para conectar-se à internet. 

Para que essa tecnologia possa, efetivamente, ser colocada em prática, é importante que o Brasil tenha a infraestrutura adequada. Estima-se que, no total, 1 milhão de novas antenas tenham que ser instaladas até o final de julho de 2022. 

Assim como muitas outras tecnologias de comunicação, as antenas 5G também precisam de homologação da Anatel. Visite o site da Master agora para conhecer mais sobre este serviço!